Planejamento de Projeto da Empresa

Educação Corporativa: o que avaliar para planejar o projeto da empresa.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A implantação de um projeto de Educação Corporativa é cercada de muita expectativa para que os objetivos sejam alcançados rapidamente. Mas para que isso possa ocorrer é preciso controlar a ansiedade e compreender que o sucesso depende de diferentes fatores, mas essencialmente de uma constante rotina de avaliação. É isso o que ajuda a medir a eficiência e a necessidade de rever a estratégia, mudar a abordagem, ampliar o engajamento e até adotar outros modelos de ensino e plataformas.

 

Mas quando é hora de avaliar e planejar a Educação Corporativa na empresa?

 

A hora é agora. Ou seja, pode-se avaliar a qualquer momento. O que não pode é deixar de fazer a avaliação porque isso gera informações importantes para o projeto que poderão influenciar no planejamento das ações para sua continuidade. O objetivo da avaliação é saber o que funcionou e o que faltou na estratégia de Educação Corporativa. Deve-se analisar o desempenho dos colaboradores, incluindo o nível de aprendizagem e o grau de participação no processo. A opinião deles conta na avaliação do conteúdo, da plataforma, da metodologia e do próprio modelo utilizado.

 

Por exemplo, o resultado da avaliação pode indicar que a Educação Corporativa deve usar mais o Ensino a Distância e com foco em aprendizagem móvel para oferecer mais ubiquidade aos colaboradores, que podem acessar o conteúdo de qualquer lugar, a qualquer tempo. Há uma forte tendência de uso da internet como suporte para aprendizagem nas empresas. Por isso, avalie como isso está ocorrendo na sua estratégia de Educação Corporativa. Está sendo usada? Como está sendo usada? E qual tem sido a receptividade dos colaboradores?

 

O retorno sobre o investimento estratégia de Educação Corporativa

A avaliação do retorno sobre os investimentos também deve ser levada em conta. Quanto a empresa investiu nas ações de Treinamento e Capacitação Corporativa em um determinado período de tempo? Qual o resultado obtido em produtividade e vendas? Mas deve-se fazer a análise do ROI (Retorno sobre Investimento) sempre com atenção: o retorno nem sempre é imediato e nem por isso motivo para abandonar o projeto. Isso vale tanto para quem recém-começou seu projeto quanto para a empresa que investe em Educação Corporativa há mais tempo.

 

 

Mas se não obteve retorno, o que deve ser feito?

O mais importante é não basear a avaliação apenas nos números. Outros fatores e critérios precisam ser considerados para que se tenha um panorama completo da estratégia de Educação Corporativa. Isso pode acabar indicando o caminho para que se alcance o retorno sobre o investimento. Independentemente do valor investido, pode-se chegar a conclusão, por exemplo, que os recursos foram empregados em soluções inadequadas ou que foram insuficientes para que o projeto atendesse as demandas e, por consequência, as expectativas.

 

Interação e competências

A avaliação pode indicar que a demanda deve melhorar a relação dos colaboradores com o modelo de Educação Corporativa adotado. Para isso, pode-se medir a reação deles para com a metodologia e os conteúdos aplicados. Gostaram? Houve engajamento? Outra medida é analisar como o aprendizado influencia no comportamento dos colaboradores. Antes da Educação Corporativa, por exemplo, a equipe era participativa e mostrava interesse em propor novas ideias para processos de produção e vendas?

 

Na avaliação, outro critério que deve ser usado também é o nível de satisfação do colaborador com os retornos sobre as atividades e a interação de um modo geral (para consultas e dúvidas) é na avaliação. Uma monitoria ineficiente é um dos motivos para desestimular os colaboradores. É preciso saber qual a rotina de atendimento e se está adequada ao modelo de ensino e ao número de alunos participantes. Também deve-se avaliar a qualidade dos canais de comunicação. São práticos e fáceis de acessar?

 

Outro fator decisivo para uma boa avaliação do projeto é verificar se o conteúdo e as dinâmicas estão de fato focadas no desenvolvimento de novas competências. Pode-se ter uma Educação Corporativa com alto índice de participação e interesse, proporcionar novas informações aos colaboradores, mas até que ponto isso molda a competência que se deseja? Neste caso, a avaliação deve conferir também os resultados na prática, de como o que se aprende é aplicado no dia a dia da empresa.

 

Deseja saber mais sobre como desenvolver um projeto de Educação Corporativa para sua empresa? Consulte a equipe da DTCOM.

 

Assinatura Redação

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Cadastre-se na nossa Newsletter

Aceito receber e-mails da DTCOM. Não se preocupe, não enviaremos spam.

Deixe uma resposta