Esqueceu sua senha?

Portal Competência

23 de junho de 2014
Tom Coelho


A visão do futuro

Como você tem tratado sua vida pessoal e profissional? Uma reflexão sobre futuro e liderança

A_visao_do_futuro_pc

“Uma visão sem ação não passa de um sonho.

Ação sem visão é só um passatempo.

Mas uma visão com ação pode mudar o mundo.”

 (Joel Barker)

 

As frases acima fecham com chave de ouro o excelente vídeo “A visão do futuro”, produzido por Joel Barker, que apresento ao final de algumas palestras devido ao seu incontestável poder de reflexão. Não há como ir para casa sem se perguntar: “O que estou fazendo comigo, com minha família, com minha carreira, para ser feliz?”.

A partir deste texto quero despertar em você a autorreflexão sobre como tem tratado sua vida e sobre como você se imagina em um, cinco, dez e 25 anos.

Desejo que você desligue este piloto automático de sua existência, através do qual você não conduz, mas é conduzido pela rotina por vezes sem saber para qual direção. E passe a vislumbrar diante de si apenas duas palavras: sonhos e futuro.

Futuro e liderança

O futuro não é o lugar para onde estamos indo. É o lugar que estamos construindo e que dependerá daquilo que fizermos no presente. Por isso, como nos ensinou o mestre Peter Drucker, a melhor maneira de prever o futuro é criá-lo.

Aqueles que constroem o próprio futuro constroem o futuro dos outros. A capacidade de empreender o próprio futuro está se tornando uma questão de sobrevivência. Administrar bem um negócio é administrar seu futuro. E administrar seu futuro é administrar informações. O futuro não é mais sobre tecnologia. É sobre informação processada como conhecimento. Se a história testemunhou a triste divisão entre nações ricas e pobres, o futuro pode nos reservar a separação entre as que sabem e as que não sabem.

Nenhuma empresa sobreviverá se depender de gênios para administrá-la. Ela precisa ser capaz de ser conduzida por seres humanos medianos. Lidar com gente já é difícil. Levar gente a enxergar o futuro é ainda mais difícil. Jack Welch colocou com propriedade que os gerentes fracos acabam com as empresas, acabam com os empregos. A melhor pessoa do mundo no negócio ou no cargo errado ainda tem alguma chance. O melhor negócio ou cargo do mundo com a pessoa errada não tem chance nenhuma.

Profissionais com perfil empreendedor são diferentes, pois onde todos veem problemas, estes enxergam oportunidades. Viajam num carro chamado imaginação, tendo a criatividade como copiloto, a meta como motor e a persistência como combustível. Sabem que só o melhor é suficiente e controlam direta ou indiretamente o destino de muitas pessoas. Fazê-las vibrar com a mesma intensidade com o intangível futuro criado em nossas mentes é missão suprema alcançável por meio da liderança. E o verdadeiro líder é aquele que consegue capilarizar esse sentimento nos grupos por onde passa.

PS: O texto utiliza, ainda, frases de Amyr Klink, Pedro Mandelli e Ronaldo Sardenberg. 



Tom Coelho

É educador, conferencista e escritor com artigos publicados em 17 países. É autor de “Somos Maus Amantes – Reflexões sobre carreira, liderança e comportamento” (Flor de Liz, 2011), “Sete Vidas – Lições para construir seu equilíbrio pessoal e profissional” (Saraiva, 2008) e coautor de outras cinco obras. Contatos através do e-mail tomcoelho@tomcoelho.com.br. Visite: www.tomcoelho.com.