Esqueceu sua senha?

Portal Competência

7 de agosto de 2014
Jorge Matos


Uma equipe, um tesouro

Se a relação entre Gestor e Equipe não for saudável, o dia a dia se tornará degradante para ambas as partes

Uma_equipe_um_tesouro_pc

É comum em nosso dia a dia vermos casos de pessoas que, embora se identifiquem com a organização em que estão trabalhando e tenham prazer com as tarefas que ali executam, não se encontram satisfeitas com seus líderes diretos. Tal situação gera obviamente um desgaste natural, afinal, não são poucas horas que passamos dentro de nosso ambiente de trabalho, e se a relação entre Gestor e Equipe não for no mínimo saudável, o dia a dia se tornará algo degradante para ambas as partes. E como conseqüência desse incômodo pode vir a desmotivação do indivíduo, ou da equipe, e por fim um possível aumento de turnover na empresa.

Muitos gestores possuem como um dos principais desafios estabelecidos pela organização a retenção e manutenção de sua equipe. Mas como garantir isso? Um dos caminhos é conquistar a confiança plena de seu time. Nesta caminhada, é preciso ressaltar alguns dos principais desafios a serem enfrentados. Dentre eles, podemos citar a habilidade em saber lidar com conflitos, criar meios para estimular a colaboração de cada profissional e investir no desenvolvimentode pessoas, como aponta o estudo “Primeira Gestão”, realizado pela LAB SSJ e Clave, com o apoio da ETALENT.

De acordo com a Pesquisa Talento Brasileiro realizado pela ETALENT com 1,3 milhão de brasileiros, “Um bom líder entende como se comporta cada membro de sua equipe e age de forma a maximizar os esforços de cada um. Quando o líder conhece o seu próprio comportamento e os dos membros do seu time, isso facilita enormemente sua relação, bem como maximiza o esforço e o talento do grupo”. Isso significa que conhecer pessoas é papel importantíssimo para um gestor, a fim de otimizar o relacionamento entre líderes e seus liderados.

Quando o gestor possui conhecimento suficiente sobre as mais minuciosas características comportamentais de cada um dos seus colaboradores, mais leve e simples se tornarão suas tarefas. Através dessas informações, fica mais claro qualquer papel que ele venha a exercer junto a cada componente de sua equipe. Ao dar um Feedback, ou solicitar uma tarefa que requeira mais dedicação, por exemplo, ele saberá em cada caso a quem recorrer e qual  a melhor maneira de fazer essa abordagem.

Lembre-se: a equipe é o tesouro de um Gestor, por isso, é de responsabilidade do mesmo cuidar dela da melhor maneira possível, como nos ensina Henry Ford: “Unir-se é um bom começo, manter a união é um progresso e trabalhar em conjunto é a vitória”.



Jorge Matos

Mestre em Gestão Empresarial pelo ISCTE / FGV e formação em Administração de Empresas pela Universidade de Pernambuco - FESP-UPE. Atuou como Executivo do Grupo Accor, Grupo Industrial João Santos e IT Companhia Internacional de Tecnologia e executou diversos projetos nas áreas de Gestão Empresarial, Recursos Humanos, Planejamento Estratégico, Gestão de Mudança e Educação, Vendas e Atendimento para empresas. Atualmente, é Presidente da ETALENT, Professor da FGV e Autor do Livro Talento Para a Vida.