Esqueceu sua senha?

Portal Competência

15 de outubro de 2014
Samuel Marques


Sabe o seu ídolo do futebol? Aposentou.

A aposentadoria é uma realidade na vida de todas as pessoas

Sabe o seu ídolo do futebol? Aposentou

Com certeza existe alguém em sua família que é aposentado, e em muitos lares brasileiros a principal fonte de renda é o benefício de aposentadoria de um idoso.

Mas dizem que santo de casa não faz milagre e talvez por esta razão, nós relutamos em usar o familiar como exemplo. Esta pessoa poderia ser considerada como um espelho capaz de refletir nossa condição de aposentado num futuro próximo, mas infelizmente, não é vista assim.

Mesmo convivendo com um aposentado em casa, a maioria finge não perceber que o tempo está passando e que o dia da aposentadoria dela mesma está cada vez mais próximo.

É no mínimo curioso.

Quando encerro uma palestra falando da necessidade de preparar uma renda extra na aposentadoria, o comentário mais comum é: gostaria de ter ouvido estas palavras 10 anos atrás. Invariavelmente alguém comenta algo parecido comigo ou escreve nas fichas de avaliação do evento.

Mas será que ela não percebeu os idosos de sua família? Parece que não.

Esta postura de negação – muitas vezes inconsciente – atrapalha o planejamento. A pessoa que não pensa no momento de se aposentar, também não se prepara para chegar lá com a mente sã e o bolso cheio.

Para evitar que isto aconteça, vou apontar agora um indicador externo de que o tempo está passando também para você: são os ídolos do futebol.

Para os mais jovens talvez seja até irritante ouvir os aposentados falando em jogadas de Pelé, Tostão e outros astros do passado.

Mas se, como eu, você entrou recentemente na casa dos “enta” – com início aos quarenta e término somente ao cem – certamente terá lembrança de grandes jogadas com a bola nos pés de Zico, Renato Gaúcho, Dunga, Raí, Ronaldo Fenômeno, Romário e outros tantos ilustres… aposentados.

Como a ideia é alertar as pessoas com 10 anos de antecedência,  enquanto escrevia este artigo pensei em saber quem eram os jogadores de destaque há uma década. Fui conferir a escalação da seleção brasileira de 2002 quando nos sagramos campeões na Copa da Alemanha, para saber quem já está aposentado. Logo no primeiro nome da lista encontro o goleiro Marcos, do Palmeiras. Atualmente aposentado. E tem outros na lista.

Se formos ao cenário internacional teremos Maradona, Zidane, Roberto Baggio, Luiz Figo, todos aposentados.

É claro que a carreira dos esportistas de alto desempenho, entre eles os astros do futebol, costuma ser mais curta do que as demais. Entretanto elas deveriam funcionar como um lembrete para todos nós de que a aposentadoria está a caminho.

E não precisa ser uma imagem negativa que remete a pantufas e falta do que fazer.

A aposentadoria pode ser sinal de uma nova empreitada, uma carreira diferente e cheia de desafios que vai exigir muita habilidade de quem se arriscou por lá.

Alguns destes jogadores criaram carreiras vencedoras dentro do próprio ramo, como o atual técnico de futebol Dunga, o atacante Casagrande que atua como comentarista da TV ou Ronaldo Fenômeno que tem uma empresa de marketing esportivo.

Outros se tornaram empresários, mas num ramo bem diferente, como o lateral-direito Cafú que hoje é dono de uma empresa de guinchos, atendendo várias seguradoras. Já o atacante Romário, entrou na vida pública e foi eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro.

A lista é enorme. Mas o objetivo é um só: mostrar a você que o seu ídolo do futebol precisou repensar a vida e criar uma nova carreira, depois que a aposentadoria bateu na porta dele.

Dentro dos próximos dez anos, eu tenho certeza que muitos dos jogadores da nossa seleção que participaram da conquista da Copa das Confederações em 2013 já estarão aposentados.

Todas as vezes que você assistir um jogo de despedida ou quem sabe uma entrevista destes atletas que estão deixando o futebol, eu espero que você pense na sua própria aposentadoria e no quanto você tem se preparado para este momento.

Então está dado o recado:

Sabe aquele seu ídolo do futebol? Aposentou. Pendurou a chuteira e partiu pra outra carreira.

Qualquer dia destes será a sua vez.



Samuel Marques