Esqueceu sua senha?

Portal Competência

21 de agosto de 2013
Recursos Humanos


RH atento aos Primeiros Socorros

Medidas que vão além da NR zelam pela vida dos colaboradores de maneira ampla

RH-atento-aos-Primeiros-Socorros

Um profissional que sofre um mal súbito durante o expediente, um incêndio na empresa, um assalto à mão armada, um acidente de trabalho. Ninguém espera que essas situações ocorram no ambiente da organização, mas a possibilidade existe. Diante disso, o RH deve levar a sério as medidas em prol do atendimento imediato a vítimas até a chegada de assistência especializada.

São diversas as Normas Regulamentadoras (NR) do Ministério do Trabalho que exigem das empresas medidas relacionadas a primeiros socorros. São elas as NR 4, 6, 7, 9, 15 e 17. Entre as exigências que englobam todos os estabelecimentos, está a aquisição de material necessário à prestação de primeiros socorros conforme as atividades desenvolvidas pela empresa e o treinamento de pessoas para utilização desses equipamentos.

A não observância às exigências das Normas Regulamentadoras recorre em multas para as organizações. Entretanto, de acordo com o Técnico em Segurança do Trabalho da Tecnoseg, Rafael Brisque, as empresas não devem se esforçar apenas por cumprir à lei.  “O foco principal das medidas de primeiros socorros não deve ser só atender o que as normas exigem, mas zelar da melhor forma pela vida e saúde do colaborador e de sua família. Isso é um diferencial”, explica.

Para empresas que visam cuidar de maneira mais ampla das ações de primeiros socorros, o consultor técnico em saúde do Grupo Alpha, Eduardo Mendes, sugere a execução de planos personalizados de atendimento a acidentes. “O ideal é que as organizações apliquem ações conforme suas necessidades e os riscos existentes em sua área de atuação. A partir disso, devem oferecer treinamentos e simulações periódicas aos empregados”, alerta.

O consultor em Saúde e Segurança do Trabalho do Grupo Alpha ainda destaca uma das principais dúvidas dos profissionais de RH em relação às ações de primeiros socorros. “O que deve conter nas caixas de primeiros socorros das empresas é o que mais me perguntam o pessoal do RH, técnicos em segurança e até enfermeiros”, expõe.

Para esclarecer essas dúvidas, seguem abaixo as dicas de Eduardo Mendes.

CONTEÚDO DE UM KIT BÁSICO PARA PRIMEIROS SOCORROS:

Instrumentos

• Termômetro;

• Tesoura;

• Pinça;

• Máscara Proteção Facial;

• Luvas de procedimento (látex );

• Colar Cervical;

• Óculos de proteção (transparente );

 Material Para Curativo                                                             

• Algodão hidrófilo;

• Gaze esterilizada;

• Esparadrapo;

• Ataduras de crepe;

• Caixa de curativo adesivo ( band – aid ) Anti-séptico;

• Solução de Iodo;

• Solução de Timerol;

• Água oxigenada 10 volumes;

• Álcool a 70%;

• Éter;

• Água boricada;



Redação, Portal Competência