Esqueceu sua senha?

Portal Competência

12 de agosto de 2013
Qualidade de Vida


O poder do verde em um escritório

Plantas e flores fazem a diferença no ambiente de trabalho

verde

A formalidade por vezes exigida na decoração de ambientes corporativos corre o risco de deixar alguns locais de trabalho nada receptivos. Isso é mais prejudicial para a empresa do que muitos gestores imaginam. Especialistas garantem que um escritório agradável influencia na disposição e produtividade dos profissionais que nele atuam e deixa clientes muito mais à vontade. Para quebrar o clima de frieza de algumas empresas, as plantas e flores têm se revelado excelentes objetos decorativos. Saiba como escolher a melhor opção para o seu local de trabalho.

O arquiteto Flávio Pazetti apoia e indica o uso de plantas e flores em escritórios, mas alerta sobre as dificuldades de manter espécies naturais em ambientes fechados. “Geralmente as empresas ficam em locais com iluminação e climatização artificial, isso retira a umidade do ambiente e prejudica o desenvolvimento das plantas. Por outro lado, atualmente existem plantas artificiais feitas com troncos originais e folhas de tecidos e materiais sintéticos. São muito bonitas e têm um aspecto bem natural”, aconselha o arquiteto.

O uso de plantas artificiais no escritório, apesar de facilitar a manutenção, ainda assim exige cuidados periódicos. De acordo com Flávio Pazetti, elas acumulam poeira e, por isso, precisam ser limpas com um espanador periodicamente. “Se estiverem muito sujas, devem ser lavadas com um pano úmido”, orienta.

Plantas artificiais para a decoração de interiores são encontradas facilmente em diversos estabelecimentos. A indicação de Pazetti, porém, é de que elas sejam adquiridas em lojas de decoração especializadas. O arquiteto ainda sugere alguns modelos específicos: “o Bambu Mussô funciona muito bem em ambientes corporativos e, entre as flores, aconselho a Orquídea. Ela é uma flor unissex, que cai bem em escritórios usados por homens e mulheres”.

Plantas naturais

Para quem não abre mão das plantas naturais mesmo sabendo que elas vão exigir cuidados redobrados na manutenção, o site CicloVivo – especializado em sustentabilidade – sugere algumas espécies para serem usadas em escritórios:

Palmeira Bambu e Mini Palmeira Bambu – São espécies parecidas, indicadas para serem usadas em recepções ou áreas externas de empresas.

Dracena-Listrada – Planta decorativa de bela aparência com cultivo simples e crescimento que não depende de tanta luminosidade. Ideal para ambientes com iluminação mais intimista.

Aspidistra – São volumosas e vistosas e não ultrapassam os 60 centímetros de altura. Indicadas para ambientes pequenos.



Redação, Portal Competência