Esqueceu sua senha?

Portal Competência

30 de abril de 2014
Comunicação Corporativa


Os inimigos do clima organizacional

Identifique esses vilões antes que a saúde financeira da sua empresa seja prejudicada

Os_inimigos_do_clima_organizacional

Estudos demonstram uma forte relação do ambiente interno de trabalho com o desempenho financeiro das empresas. A Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas tem identificado, por exemplo, que as melhores empresas para se trabalhar no Brasil também apresentam resultados superiores no Ibovespa e na rentabilidade do patrimônio líquido. Ou seja, os impedimentos de um clima organizacional saudável acabam sendo inimigos da organização como um todo e, por isso, devem ser combatidos.

Muitas empresas só se preocupam em preservar um ambiente de trabalho saudável justamente quando o desconforto dos colaboradores com o clima da empresa afeta o resultado final dos negócios. O ideal seria tomar atitudes preventivas. Para isso, é interessante saber o que as pesquisas de clima aplicadas nas mais variadas empresas têm levantado como os principais empecilhos para a satisfação dos profissionais e combater esses fatores de antemão.

A consultora em Recursos Humanos Suzana Negrini é especialista em clima organizacional e desenvolvimento de planos de ação nesta área. Acostumada a aplicar pesquisas em empresas de diversos segmentos, ela consegue identificar alguns vilões mais frequentes nestes casos: “a promoção de líderes despreparados é um forte inimigo do ambiente de trabalho, por exemplo. Quando se elege um gestor apenas por tempo de serviço, ele não vai saber lidar com as pessoas e vai gerar um clima de tensão e desconfiança, será fatal”.

Salários e benefícios incompatíveis com cargos e funções também têm um impacto expressivo na motivação dos colaboradores e, por consequência, no clima de trabalho. De igual forma e com ainda mais intensidade estão a falta de planos de carreira e possibilidades de desenvolvimento.

Segundo Suzana Negrini, que também é sócia-diretora da Scelta RH Gestão de Pessoas, “as empresas devem ficar atentas, em especial, à Geração Y. Eles têm se mostrado uma força de trabalho importante, mas são exigentes quanto ao clima organizacional. Eles precisam de um horizonte de crescimento e desafios dentro da empresa para serem satisfeitos e, assim, contribuírem com o ambiente de trabalho”.



Redação, Portal Competência