Esqueceu sua senha?

Portal Competência

3 de maio de 2014
Recursos Humanos


Os impasses da demissão em massa

Que medidas o RH pode adotar para minimizar os impactos negativos da situação

Os_impasses_da_demissao_em_massa

No final do ano passado, a Revista Exame publicou uma retrospectiva da economia brasileira. A publicação revelou que 2013 foi sinônimo de corte de custos para diversas companhias. Pelo menos 25 delas anunciaram demissões em massa que envolveram 2 mil colaboradores ou mais em cada um destes casos.

Entre as organizações citadas acima, estão: General Motors, Eletrobras, HSBC, Panasonic, Toshiba, entre outras. Como gerir uma situação tão delicada como esta tem sido o dilema de muitas destas empresas. Acompanhe abaixo orientações de executivos que já viveram este impasse.

Maurício Nunes é especialista em Recursos Humanos e Gestão de Negócios já tendo atuado em companhias de grande porte nestes segmentos. Em sua trajetória, já enfrentou três casos de demissão em massa que, segundo ele, marcaram significativamente sua carreira.

“Certa vez, para recuperar financeiramente uma organização, tive que desligar 315 colaboradores. Fiquei pensando na quantidade de famílias que seriam impactadas e fiz de tudo para reencaminhar aqueles profissionais para as empresas que assumiriam os contratos que tivemos que cancelar a fim de reestruturar os negócios”, conta Maurício.

A ação de Maurício conseguiu novas oportunidades para 95% dos colaboradores demitidos e, segundo ele, isso só foi possível com muita transparência. “Quando anunciei os cortes, reuni todos e conversei abertamente, expliquei que a ação não estava sendo tomada por incompetência de qualquer um e falei sobre a possibilidade de reencaminhamento”.

Lilian Delamico também já vivenciou casos como estes. Consultora de recursos humanos da P&V Pessoas de Valores, ela cita a importância das ferramentas de Outplacement nestes contextos. Uma solução já utilizada por diversas companhias para conduzir com dignidade e respeito processos de demissão.

“O outplacement prepara o currículo do profissional para o mercado. Também pode auxiliá-lo quanto à postura, o vocabulário e a apresentação ideal, direcionando-o para processos seletivos e resgatando a sua autoestima e motivação, além de sempre mostrar gratidão pelo tempo de serviço”, comenta Lilian.

O serviço de outplacement pode ser realizado por equipe da própria organização, empresa terceirizada ou profissional autônomo contratado para atuar temporariamente no período de crise pelo qual a companhia está passando.



Redação, Portal Competência