Esqueceu sua senha?

Portal Competência

19 de agosto de 2014
Recursos Humanos


Networking para tímidos

Cinco dicas para os introvertidos ampliarem seus contatos profissionais

Timido

Não adianta justificar alegando que você atua em uma área mais técnica ou que na sua função não é necessário se relacionar com muitas pessoas. Atualmente, em qualquer profissão ou cargo, manter uma rede de contatos interessantes pode significar uma nova colocação ou uma oportunidade melhor no futuro.

Um levantamento feito pelo IDCE – Instituto de Desenvolvimento de Conteúdo para Executivos, em 2013, identificou que 80% dos executivos atuantes em médias e grandes empresas valorizam o networking como estratégia importante para a atuação no mercado de trabalho.

Diante disto, que tal investir um pouco mais na manutenção de uma rede de relacionamentos interessantes para a sua vida profissional? Quem orienta é o fundador da Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional, Rodrigo Fonseca. Ele garante que, usando de alguma dedicação e das estratégias abaixo, até os mais tímidos conseguirão melhorar seu networking. Confira as dicas:

1)    Corra o risco – geralmente quem é tímido pensa que os mais extrovertidos não têm medo de se relacionar. Fonseca esclarece, porém, que mesmo aqueles com mais facilidade para manter contatos também sentem medo da aproximação e do desempenho na hora da conversa, a diferença é que eles correm o risco. Então, a primeira dica é não ter medo de se expor, vá a eventos, sim, e não tenha receio das reuniões de negócios. “O medo vai durar alguns minutos, depois, a pessoa verá que ele passa e só fica a energia que este sentimento deixa”, enfatiza Rodrigo.

2)    Faça perguntas – uma ótima estratégia para se aproximar de alguém é demonstrar curiosidade sobre a pessoa. “Todo mundo gosta de falar sobre si mesmo. Isso vai criar proximidade e simpatia”, coloca o fundador da SBIE. Perguntar onde a pessoa trabalha, o que ela faz na empresa e demais questões que permitam respostas abertas (que fujam do “sim” ou “não” objetivos) é uma ótima maneira de criar vínculos. Mas lembre: não basta perguntar, tem que mostrar interesse e valorizar as respostas.

3)    Esteja à disposição – Quem é tímido, por vezes também é observador. Então repare se o profissional com quem você deseja proximidade está precisando de alguma ajuda e se você pode ser útil em alguma coisa. Às vezes a pessoa está carregando muito peso ou precisa que você segure o elevador, por exemplo. Atitudes simples que podem desenvolver contatos futuros.

4)    Conte com as pessoas que você já conhece – Peça para seus amigos apresentarem você para as pessoas com quem tem interesse de proximidade. Se aproxime ainda mais daqueles que já possuem contatos interessantes. “Seja sincero neste contato, diga por que você pediu para ser apresentado. É preciso ser sempre transparente, isto também facilita o networking para os mais introspectivos, saber que eles não precisam fingir nada, apenas ser eles mesmos”.

5)    Não dispense as mídias sociais – O Facebook e o Linkedin, por exemplo, podem ser excelentes recursos de networking para os tímidos. “O ideal é que, quando a pessoa tem interesse de adicionar outra, envie junto uma mensagem in box dizendo por que deseja se tornar amigo. Solicitar amizade sem esta apresentação pode dar uma má impressão”, sugere Rodrigo.



Redação, Portal Competência