Esqueceu sua senha?

Portal Competência

17 de julho de 2014
Comunicação Corporativa


Não subestime o poder da gentileza na sua empresa

Gestores percebem como ações gentis causam impacto nas pessoas e nos negócios

Nao_subestime_o_poder_da_gentileza_na_sua_empresa_pc

Bom dia, boa tarde, por favor, obrigado, com licença, me desculpe. Um sorriso, um reconhecimento, uma palavra de incentivo. Você já reparou como gestos simples de gentileza como estes têm sido esquecidos no ambiente de trabalho? Pode até parecer inofensivo, mas a ausência de ações gentis no meio corporativo causa danos diversos às pessoas e, por consequência, aos negócios. E os gestores já têm se dado conta disto.

Se uma equipe está com problemas de relacionamentos interpessoais. Se os profissionais de uma empresa não estão atendendo os clientes da melhor forma. Se os líderes de uma organização não sabem tratar seus liderados como convém. É para dar suporte a casos como esses, entre tantos outros, que as empresas chamam ele, o Sr. Gentileza.

Seu nome é Luiz Gabriel Tiago e ele é Mestre em Educação no Trabalho com base em valores humanos. Em 2009, abriu a empresa Sr. Gentileza Educação Corporativa e, desde então, tem prestado consultoria a mais de 200 empresas promovendo o poder das atitudes gentis no ambiente de trabalho. Ele garante que os gestores estão cada vez mais preocupados com o tema.

“Alguns perceberam que um ambiente com pessoas educadas e felizes causa impacto direto no faturamento e, pelo bem dos negócios, têm investido nisto. Mas há gestores que estão realmente preocupados com a disseminação da gentileza como ação de responsabilidade social dentro e fora da empresa”, relata Luiz Gabriel.

Segundo o Sr. Gentileza, um local onde as pessoas se respeitam e se valorizam desenvolve profissionais com mais qualidade de vida e produtividade. “Este clima agradável de trabalho faz o cérebro liberar um hormônio responsável pelo bem estar e os profissionais associam a empresa a este bem estar. Por consequência, se tornam mais engajados em suas responsabilidades e promovem a imagem da organização de maneira positiva”, destaca.

Sâmia Simurro concorda com o ponto de vista acima. Ela é membro da Associação Brasileira de Qualidade de Vida – ABQV e representante oficial do Movimento Mundial pela Gentileza no Brasil. O Movimento surgiu em 1997 durante um congresso de qualidade de vida em Tóquio e, desde então, tem promovido ações de convívio saudável pelo mundo.

Para Sâmia, lembrar do aniversário de alguém, surpreender uma pessoa aparentemente triste com um bombom, fazer um elogio, pedir favores e direcionar tarefas com educação são ações poderosas. Ela defende que a relação sadia entre colegas de trabalho reduz o estresse, a raiva e as atitudes violentas – o que gera um ambiente mais propício à produtividade.

Diversas empresas brasileiras têm aderido ao Movimento Mundial pela Gentileza inscrevendo-se no site da ABQV. As empresas participantes deste Movimento recebem a visita de voluntários que realizam ações de estímulo à gentileza dentro da organização. Para conhecer melhor o Movimento e inscrever a sua empresa, basta acessar: www.abqv.org.br.



Redação, Portal Competência