Esqueceu sua senha?

Portal Competência

13 de agosto de 2013
Portal


Mais perto do alto escalão

Estratégias para aproximar seus colaboradores da diretoria e da presidência da empresa

mais perto do alto escalao

Uma comunicação eficaz entre as esferas mais altas de poder de uma empresa e seus demais colaboradores reflete na produtividade dos negócios. Em 2010, a Towers Watson realizou uma pesquisa sobre investimentos em comunicação dentro das companhias. O estudo revelou que as melhores organizações incentivam seus líderes e gerentes a se comunicarem com os empregados. Abaixo, consultorias especializadas em ações que visam essa aproximação revelam que existem estratégias que vão muito além do conhecido “Café com o Presidente”.

Tomar café da manhã, chá da tarde ou até almoçar com um executivo do alto escalão da empresa são ações comuns em companhias que desejam aproximar seus líderes dos profissionais de setores mais operacionais. Até que ponto esses eventos dão certo é um questionamento que tem sido feito por gestores de RH. Para Líbia Macedo, diretora da Conceito Lazer – Soluções Integradas & Eventos, reuniões como essas ainda apresentam certo grau de formalidade, inibindo os colaboradores e impedindo-os de se comunicarem de maneira espontânea com seus superiores.

Uma tendência que tem se manifestado nas organizações é a promoção de eventos que unem líderes da alta diretoria com empregados de níveis variados por meio de atividades lúdicas e recreativas. “Nessas ocasiões, promovemos dinâmicas que fazem com que esses profissionais se relacionem naturalmente. Todos ficam em igualdade de posição hierárquica em prol de um objetivo. Não existe uma conversa formal para discutir a relação, existe um relacionamento que acontece de maneira efetiva”, explica Líbia Macedo.

Fazer com que o colaborador deixe de olhar o líder como inalcançável e se sinta à vontade para conversar com ele também é um dos frutos do trabalho realizado pela Cuca Mundi – empresa especializada em desenvolvimento de pessoas por meio de técnicas vivenciais. Eles aplicam atividades diversas, como: corrida com carrinho de rolimã, confecção de jangada, produção de pizzas e as mais variadas gincanas. “Através dessas ações, os líderes têm contato direto com as competências de suas equipes e descobrem o que esses profissionais pensam sobre a liderança deles”, declara Renzo Baroni, diretor comercial e de operações da Cuca.

Outra estratégia diferenciada que pretende aproximar colaboradores dos que atuam na cúpula da organização é citada pela psicóloga organizacional Mônica Costa. Consultora em gestão estratégica de negócios, Costa sugere que os profissionais sejam aproximados da alta diretoria já no momento da contratação. “Oferecemos um serviço de integração de novos colaboradores. Por meio dele, todo novo empregado da companhia conhece a estrutura física e hierárquica da empresa e é apresentado de antemão a esses líderes”, explica a psicóloga, que também é diretora da Mônica Consultoria e Gestão de Pessoas.



Redação, Portal Competência