Esqueceu sua senha?

Portal Competência

8 de outubro de 2014
Allan Degasperi


Líder do Futuro

 “Os líderes não infligem o sofrimento, eles o aliviam”, Max de Pree

Líder do Futuro

A liderança é considerada por muitos como um dom nato, porém essa premissa cai em desuso com a corrente possibilidade de ensinar e capacitar pessoas na arte de liderar.

O líder não é perfeito, pelo contrário, é um ser humano normal como qualquer outro, a diferença está na capacidade de perceber onde estão suas falhas e como salientar os seus acertos.

Com a evolução e envolvimento da tecnologia nos processos de gestão o líder deve sempre estar ativo e “antenado” não somente ao funcionamento desses recursos, mas sim ao apoio tecnológico que essas ferramentas promovem. Lembrando que esse apoio deve ser sempre analisado e pensando com calma e objetividade, afim de perceber se o uso dessa tecnologia proporcionará melhorias ou simplesmente informações que não são pertinentes a empresa.

O líder deve desenvolver assim algumas características inovadoras, que facilitem a liderança em meio a todos os acontecimentos “relâmpagos” que ocorrem no mercado de trabalho competitivo e a nova geração de colaboradores que apresentam diferentes características e posturas.

Entre essas características de liderança encontramos as seguintes posturas:

-       O líder não sofre pressão sobre dualismos, sabe usufruir e desfrutar das melhores alternativas de cada situação apresentada, diminui as dúvidas e situações que venham a apresentar possíveis problemas, conseguindo assim desenvolver outras opções;

-       O lider sabe discernir entre situações de conflitos que possam se tornar proveitosas e dos conflitos movidos pela pura inveja corporativa e divergência de opinião;

-       O líder desenvolve e capacita a sua equipe para o uso constante da tecnologia pensando sempre na otimização e aprimoramento dos serviços prestados pelo setor;

-       O líder é equilibrado nas suas ações, pondera seus pensamentos e atitudes que são livres de inveja e autroísmo;

-       O líder é inteligente, pois aprende a ouvir a inteligência dos demais, tendo em vista que estamos na era da informação e todas as pessoas são fornecedoras de informação. Sempre muito ético o líder reconhece a capacidade e evolução dos seus seguidores;

-       O líder possui facilidade no uso da tecnologia para a obtenção de informações e maior controle na sua gestão, se tornando um multiplicador desse conhecimento e incentivador do uso aos seus demais colegas de trabalho;

-       É capaz de treinar e reconhecer o talento utilizando os meios tecnológicos, captando e selecionando os seus futuros colaboradores por meio das redes sociais e ferramentas de interação virtual;

-       É conhecedor das ferramentas virtuais de aprendizagem e possibilidades de realizar capacitações do seu quadro de colaboradores por meio do uso do e-learning, motivando seus seguidores promovendo o aprendizado contínuo.

Esse perfil de líder deve ser divulgado e ampliado a todos os demais departamentos da corporação, a fim de que todos os colaboradores consigam produzir melhor e com o desejo de desenvolver sua função com excelência. Dessa forma surgirão novos lideres capazes, conscientes, e você se tornará uma “fábrica” de talentos e potenciais.



Allan Degasperi

É professor universitário, administrador de empresas, especialista em “Educação a Distância” e em “Docência e Pesquisa no Ensino Superior”. Pesquisador do ramo de inovação e educação a distância, e autor de cursos de atualização nessas áreas. Possui artigos publicados em congressos e periódicos. E realizou a produção técnica no livro “Qualidade de Vida e Desenvolvimento Sustentável em Santos” edição revisada que será lançado em 2014. Contato por meio do e-mail allan.dnox@gmail.com.