Esqueceu sua senha?

Portal Competência

23 de dezembro de 2014
Educação Corporativa


Formação profissional nas férias?

Brasileiros aproveitam o período para enriquecer o currículo com vivências no exterior

Formação profissional nas férias?

Nem só de descanso são feitas as férias dos brasileiros. Vários aguardam o período de recesso para trabalhar ainda mais. Isso mesmo. Pesquisa divulgada em 2013 pelo Ipea – Instituto de Pesquisa Econômico Aplicado, revela que os profissionais locais têm viajado cada vez mais para o exterior. Entre os objetivos, está o de trabalhar em um outro país na intenção de agregar valor ao currículo.

O destino que mais atrai os trabalhadores nacionais para esta experiência é os Estados Unidos. Segundo dados do Ipea, atualmente, o país já abriga cerca de 200 mil brasileiros. O local é escolhido por 23,8% dos turistas do País. O presidente do Instituto vê esse panorama de forma positiva: “os profissionais voltam altamente educados e mais capacitados para preencherem as demandas do mercado brasileiro”, declara Marcelo Neri.


Saiba mais em: Falta de proficiência prejudica os negócios


Márcia Matos, Gerente da STB Intercâmbios no Brasil, confirma o aumento da procura por experiências profissionais no exterior. “Nossa demanda por programas voltados para profissionais no período das férias aumentou cerca de 40% nos últimos dois anos”, informa Márcia, que acrescenta: “as empresas e profissionais valorizam a vivência internacional como diferencial competitivo no mercado”.


Saiba mais em: E para nós, brasileiros, nada?


Países como Inglaterra, EUA, Canadá, Austrália e, recentemente, Bélgica, Alemanha e França estão entre os mais procurados para experiências profissionais, segundo a Gerente da STB. “Por meio de viagens como essas, o profissional se atualiza, desenvolve uma rede de contatos e adquire habilidades emocionais e flexibilidade para lidar com os desafios”, destaca Márcia.

Para atender a esta demanda específica, a STB já possui pacotes voltados para estes executivos. São oportunidades que possibilitam vivências que se enquadram em um período de férias de quatro semanas, por exemplo.



Redação, Portal Competência