Esqueceu sua senha?

Portal Competência

28 de julho de 2014
Ernesto Berg


Inteligência Emocional

Faça uma autoanálise de sua inteligência emocional

Inteligencia_Emocional_pc

Este teste não pretende ser um diagnóstico de sua personalidade ou individualidade. Ele foi feito para que você faça uma autoanálise de sua inteligência emocional.  Menciona itens relacionados à missão de vida, visão pessoal, valores, convicções e relacionamento com pessoas. Responda com a máxima sinceridade para ter um resultado fidedigno.

Marque a alternativa de cada questão que mais se encaixa no seu perfil:

1. Quando estou chateado ou irritado, sei identificar exatamente o motivo pelo qual estou aborrecido




2. Tenho uma visão realista de mim mesmo, e sei quais são as minhas potencialidades e limitações




3. Eu tendo a reagir de forma exagerada diante de pequenos problemas




4. Posso me descontrolar e perder a calma nos momentos difíceis




5. Tenho confiança nas minhas habilidades, talentos e capacidades




6. Tenho por hábito acalmar colegas que estejam descontrolados ou reagindo agressivamente a uma determinada situação




7. Eu gosto de mim, mesmo admitindo que preciso mudar certas coisas em minha vida.




8. Quando alguma coisa que eu muito quero dá errado, sei superar meus desapontamentos e frustrações, e procuro aprender algo com as experiências negativas




9. Quando cometo erros, costumo repreender-me e criticar a mim mesmo e a minha falta de competência




10. Sempre persigo e alcanço meus objetivos pessoais e profissionais. Obstáculos e falta de apoio não me desanimam




11. Não me abalo nem me sinto inseguro diante de situações desconfortáveis




12. Sei me colocar no lugar do outro e compreender as necessidades e problemas pelos quais ele está passando




13. Procuro sempre dar o melhor de mim no trabalho, mesmo que seja um emprego que não é exatamente o que eu queria




14. Tenho dificuldade de travar contato com pessoas e fazer amigos




15. Sei o que eu quero da vida, tenho objetivos claramente definidos e sei como alcançá-los




16. Sou colaborativo e estou sempre disposto a ajudar meus colegas de trabalho




17. Tenho aprendido muito com meus erros e isto tem me ajudado bastante a mudar para melhor meus pensamentos e atitudes




18. Quando tenho dificuldade com alguma pessoa, procuro conversar diretamente com ela para esclarecer o mal-entendido ou problema




19. Meus colegas me procuram quando precisam de apoio psicológico ou querem contar um segredo




20. Estou continuamente aprendendo algo de novo, e isto está me ajudando muito a crescer como pessoa e como profissional





Clique em "Terminar" para saber o seu resultado!

If you are human, leave this field blank or you will be considered spam:

 

De 18 a 20 pontos. Sua inteligência emocional é alta. Pessoas com alta pontuação em inteligência emocional têm habilidade de interpretar, entender e agir sobre as emoções. São indivíduos que têm facilidade de lidar com conflitos sociais e emocionais, sabem expressar seus sentimentos e administrar situações emocionais. Têm facilidade de fazer amigos e relacionar-se com as pessoas de maneira harmoniosa e produtiva.

De 14 a 17,5 pontos. Sua inteligência emocional é média. Pessoas com pontuação média normalmente são boas em interpretar e entender sentimentos e emoções. Na maioria das vezes sentem-se razoavelmente confortáveis em enfrentar situações de conflito social e emocional. Embora muitas vezes não tomem a iniciativa, sabem fazer amizades e procuram trabalhar de forma harmoniosa com a equipe. Pode melhorar.

Abaixo de 14 pontos. Sua inteligência emocional precisa melhorar. Pessoas com baixa pontuação podem sentir dificuldades de expressar suas próprias emoções e entender as emoções dos outros, diante dos quais são propensos a sentir-se desconfortáveis. Em alguns casos pode significar que precisem melhorar sua autoestima e autoconfiança como também precisem aprender a ter mais empatia pelos outros. Analise um pouco mais suas atitudes e modo de agir e treine seus sentimentos de empatia. 

Algumas  dicas

As principais capacidades das pessoas dotadas de alta inteligência emocional são:

1. Reconhecem o impacto que suas palavras e ações exercem sobre seus subordinados e/ou colegas de trabalho.

2. Ouvem atentamente o que o interlocutor diz, e não fazem apenas de conta que estão prestando atenção.

3. Têm a capacidade perceber as coisas que não foram ditas, prestando atenção na inflexão e no tom de voz, nas pausas, na rapidez ou lentidão da fala e outras pistas.

4. Ficam atentos e sabem interpretar a comunicação não-verbal e a linguagem corporal como expressão facial, gestos, tiques, postura do corpo etc.

5. Têm habilidade de controlar e lidar com suas próprias frustrações, irritações, alegrias, tristezas e outras emoções.

6. Procuram resolver maduramente situações de conflito através do diálogo, respeito e colaboração com o interlocutor.

7. Direcionam conscientemente situações de conflitos e divergências para soluções práticas e harmoniosas.

Independente de sua contagem de pontos, sempre há espaço para melhorar sua inteligência emocional. Analise as áreas onde você não é tão forte e considere as maneiras através das quais você pode aprender e crescer mais. Desenvolva cada vez mais seus pontos fortes e aplique ativamente essas habilidades. Se você considera que tem baixa inteligência emocional procure consistentemente identificar suas próprias emoções e as emoções das pessoas à sua volta. Vale lembrar que, para aumentar sua inteligência emocional, é essencial que você participe de atividades e treinamentos voltados para habilidades de comunicação.

 

Texto extraído e condensado do livro “35 Testes para Avaliar suas HabilidadesProfissionais”, de Ernesto Artur Berg, Juruá Editora. Caso queira adquiri-lo ou deseje maiores detalhes sobre o livro veja o site  www.quebrandobarreiras.com.br seção de LIVROS.



Ernesto Berg

Consultor de empresas; palestrante; articulista; autor de vários livros; especialista em desenvolvimento organizacional, negociação, gestão do tempo, criatividade na tomada de decisão, administração de conflitos. Graduado em Administração e Sociologia, Pós-graduado pela FVG de Brasília. Editor do site www.quebrandobarreiras.com.br voltado para a área de administração e negócios.