Esqueceu sua senha?

Portal Competência

19 de junho de 2014
Silvia OSSO


Etiqueta empresarial nos jogos da copa do mundo

Confira algumas sugestões de etiqueta corporativa em confraternizações da Copa do Mundo

Etiqueta_empresarial_nos_jogos_da_copa_do_mundo_pc

Jogos da Copa do Mundo ensejam muitas vezes, além de assisti-los, alguma confraternização nas empresas ou fora delas. Elas são sempre benéficas, pois têm o objetivo de unir a equipe, permitindo que todos celebrem os êxitos, ou não, e renovem as possibilidades de camaradagem com os colegas.

Continuo achando que todo funcionário deve usar a confraternização para se aproximar de colegas que ele tem pouco contato no dia a dia e, com isso, aumentar as chances de ser lembrado por aquela pessoa quando precisar dela no trabalho. Deve também aproveitar e integrar pessoas que estejam deslocadas durante o evento, pois isso traz união ao grupo e à sua própria imagem pessoal, demonstrando espírito de liderança por ter agregado outro colega.

Eventos para assistir a Copa, às vezes, são realizados na própria empresa ou em ambientes informais fora dela, tipo restaurantes, bares, chácaras. Tanto em um quanto em outro local, a maioria das pessoas tem dúvida de como se portar num evento corporativo que exige uma postura profissional.

Começo sempre pelo “o menos é mais”! Evite os exageros, pois todas as suas manifestações são inadequadas.

Vejam mais algumas sugestões de etiqueta corporativa a serem observadas:

1. Nos eventos informais:

Nos eventos informais, redobre os cuidados. Mesmo que seja um local informal, bermuda de surfista, camiseta regata pode não ser a melhor escolha, assim como o short jeans “de periguete” para as mulheres, além de quaisquer detalhes sugestivos ou sensuais como as roupas justas, muito curtas etc. Em se tratando de Copa, é importante lembrar que fantasias muito exageradas, perucas coloridas, cornetas, apitos podem não ser bem vistos; a não ser se sugeridos pelos organizadores.

Eventos que não pedem um traje específico deixam mais margens para erros e gafes, pois muita gente esquece que estará entre colegas de trabalho, chefes e clientes. Procure se informar com os organizadores o traje adequado.

 

2. Acompanhantes:

Todas as dicas para se vestir e se comportar se aplicam aos acompanhantes, caso o evento os inclua. Se ele não os inclui, não insista em levá-los. Evite também fazer cenas de ciúmes ou discutir com eles no evento, caso tenham sido convidados. “Roupa suja se lava em casa”, diz o ditado popular.

 

3. Comportamentos:

Procure circular o máximo possível e conversar amenidades, inclusive com os desconhecidos. Não fale sobre trabalho e chefias. É dia de confraternização. Mostre as suas qualidades, seja educado.

Evite falar muito alto, dar risadas espalhafatosas, fazer brincadeiras de mau gosto e falar palavrões. Não mencione histórias que envergonhem os outros, temas obscenos e intimidades.

Cuidado com abraços e beijos muito “calorosos”, com piadas de baixo calão e com excesso de informalidade no trato.

Cuidado com as paqueras ou mesmo evite ficar com alguém no evento. Com certeza, o assunto será motivo de conversas no corredor da empresa no dia seguinte. Deixe a paquera para outro local masi apropriado.

Se tiver música, dance, acompanhando os colegas, mas sem “passinhos” exagerados. Cansou? Seus pés doem? Nem pense em tirar o sapato!

Parabenize os colegas que ganharam algum brinde, mesmo que você ache que eles não merecem, ou que você merece mais.

 

4. Comes e bebes:

Em eventos como estes, é comum que o regime seja de bebidas e comidas à vontade. Há algumas pessoas que bebem ou comem em excesso como se o mundo fosse acabar naquele evento. Não faça parte deste time. Mantenha a elegância e a compostura, principalmente se houver clientes entre os convidados.

Ninguém deve ficar alcoolizado na frente do chefe, falar besteiras para um cliente importante ou colega de trabalho para se arrepender no dia seguinte. Afinal, estes eventos são, de certa forma, compromissos profissionais. É claro que você pode ficar mais descontraído e que está liberado para a cervejinha ou um drinque, mas procure não exagerar. Se sentir que bebeu um pouco a mais, troque a bebida por um copo de água ou refrigerante.

Com relação à comida, nunca vá com muita fome a eventos como esse. Não avance na comida quando esta for servida. Espere que as pessoas mais velhas se sirvam ou pelo menos que seu chefe se levante antes de ir se servir, e aguarde que todos em sua mesa comecem a comer (se estiverem sentados à mesa). Coma devagar, manuseie corretamente os talheres e não fale de boca cheia.

 

5. Celular e máquinas fotográficas:

Esses equipamentos se bem usados permitem registrar boas lembranças do evento; mas se usados inadequadamente permitem fotos ou gravações desagradáveis que podem ir para a mídia social. Cuidado com suas atitudes diante delas ou ao usá-las e postá-las.

 

6. Enfim, cuidado!

Mesmo sendo um momento de descontração, se o evento é na empresa ou organizado por ela, faz parte do ambiente corporativo e, em muitos casos, é usada pelos chefes para avaliar o comportamento do profissional fora do ambiente de trabalho. A chefia pode avaliar como o profissional se comportaria caso estivesse representando a organização em um evento.

 

Por conta disso tudo, reforço que é preciso agir com moderação nos eventos da Copa. Um mau comportamento no evento como ficar bêbado, falar mal da chefia, ou provocar situações constrangedoras pode provocar efeitos desagradáveis no dia seguinte. Pense nisso!



Silvia OSSO

É palestrante e consultora de empresas. Jornalista , especialista em varejo,é autora dos livros Atender bem dá lucro ; Programa Prático de Marketing para Farmácias; Administração de Recursos Humanos e do DVD Etiqueta Empresarial.Contato via e-mail: siosso@uol.com.br . Para adquirir meus livros : www.lojacontento.com.br