Esqueceu sua senha?

Portal Competência

8 de agosto de 2014
Portal


Estamos tirando uma soneca?

Por Daniela Lopes

Estamos_tirando_uma_soneca_pc

Recentemente a revista The Economist expôs para o mundo uma ampla reportagem sobre a improdutividade do brasileiro, sobre a qual diagnostica que o País precisa ser mais ágil para voltar a crescer.

Confesso que ver o meu País ser citado desta forma me incomoda, mas reconheço: infelizmente, essa é uma situação real. A publicação internacional destaca aspectos lamentáveis do nosso cotidiano, como filas, trânsito, prazos flexíveis e atrasos.

No entanto, a reflexão que sugiro acerca desse assunto é uma autoanálise: o que cada um de nós, como profissionais, pode fazer para melhorar a sua própria produtividade?

A proficiência no segundo idioma, principalmente o inglês, é um problema bastante conhecido dos brasileiros. Ultrapassar o nível intermediário é um desafio que uma minoria consegue. Aplicativos para mobile e dispositivos móveis gratuitos são recursos que podem servir de ferramentas para auxiliar a manter o contato diário com o segundo idioma, sem sair do País. Determinação, aliada a uma escola que ofereça foco no aprendizado, também é uma alternativa.

Outro aspecto a ser considerado é o desenvolvimento da área técnica. Antes de pensar em uma pós-graduação, ou um famoso MBA naquela universidade, avalie quais serão os resultados que, de fato, o curso vai agregar à carreira (e cobrar por isso). Muitas vezes, um curso mais curto, focado tecnicamente, pode contribuir mais para o desempenho profissional do que apenas título no currículo.

As empresas, por sua vez, podem ampliar a discussão e colocar em prática o trabalho home-office. Apesar de ser um assunto controverso, é comprovado que profissionais alocados para o trabalho a distância, pelo menos uma vez por semana, têm ganhos de produtividade quando comparado com a mesma carga horária executada entre as quatro paredes do escritório.

Estes são apenas alguns pontos, os quais aliados a medidas públicas e corporativas contribuirão para ganhos de produtividade. Mas, acima de tudo, é importante refletir no sentido que você dá ao seu trabalho. Produtividade e bons resultados serão consequências, e quem ganha é você.

 

Daniela Lopes é sócia diretora geral da RED, empresa de recrutamento e seleção de executivos. Graduada em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos, possui Master em Marketing pela USP e MBA pela FGV-SP, Daniela atua há dez anos em consultoria de recursos humanos com passagem por empresas como Whirlpool, MAM, Case Consulting e CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica). Nos últimos três anos, optou por empreender e está à frente da RED, que conta com clientes nas áreas de Infraestrutura, Indústrias e Varejo. Mais informações em http://www.redconsulting.com.br



Redação, Portal Competência