Esqueceu sua senha?

Portal Competência

9 de janeiro de 2015
Administração


Entrevista de emprego pela Internet

Processos seletivos por Skype, videochamada e Google Hangout ganham destaque.

Entrevista de emprego pela Internet

Em 2013, a Robert Half realizou uma pesquisa que verificou um aumento de 52% na realização de entrevistas de emprego pela internet no Brasil. Um crescimento significativo verificado nos três últimos anos a partir da divulgação do estudo. Abaixo, entenda melhor a propagação dos métodos de recrutamento remoto e quais cuidados devem ser tomados durante esses processos seletivos.

A necessidade de maior agilidade nas contratações e a dificuldade de locomoção nas grandes capitais são os principais fatores que têm motivado a realização de entrevistas de emprego por skype, e-mail, videochamada, entre outros métodos. Isso declara a especialista Luciana Tegon, sócia diretora da Consultants Group by Tegon –consultoria especializada em recrutamento e seleção.

O exemplo do engenheiro mecânico Emerson Nogueira confirma a declaração de Luciana. Ele participou de um amplo processo seletivo por uma vaga em uma multinacional alemã. Para agilizar o processo, a empresa desenvolveu um ambiente virtual e pediu para cada candidato criar um avatar seu para interagir neste local pela Internet – o que já fazia parte da avaliação.

“O ambiente era uma feira de negócios e os candidatos, com seus avatares, tinham que visitar stands. Em dado momento, o avatar de um recrutador veio ao meu encontro e iniciamos uma conversa que durou cerca de 30 minutos via chat”, explica o engenheiro, que acrescenta: “achei bastante interessante e confortável, pois pude participar de um processo seletivo dentro da minha própria casa de forma dinâmica e eficiente”.

Possibilitar que profissionais empregados tenham condições de participar de processos seletivos em horários que não comprometam seus atuais expedientes é outra facilidade que as tecnologias digitais oferecem. “É possível entrevistar essas pessoas fora do horário de trabalho e até nos finais de semana”, explica Luciana.

Mas para que um recrutamento remoto dê certo, a diretora da Tegon concede algumas orientações: “um dos principais requisitos para que uma entrevista como essa tenha qualidade é garantir a velocidade da conexão de internet do candidato e orientá-lo sobre a necessidade de um ambiente livre de interferências, como crianças, animais de estimação ou buzinas”.

Luciana também ressalta a importância de que esses processos sejam complementados, em um segundo momento, por avaliações presenciais. “A entrevista remota serve como um primeiro contato que revela a oralidade do candidato, sua aparência, postura corporal, trajetória e conhecimentos. Mas o contato pessoal antes da contratação é fundamental para estreitar laços e esclarecer dúvidas”, acentua.

 

Saiba mais:

Matéria “A vitrine de talentos do Linkedin”

http://dtcom.com.br/vitrine-de-talentos-linkedln/

 

Matéria “Networking para tímidos”

http://dtcom.com.br/networking-para-timidos/



Redação, Portal Competência