Esqueceu sua senha?

Portal Competência

18 de novembro de 2014
Eduardo Ferraz


Dicas para um trabalho mais produtivo

Medidas para sair da rotina e ter um dia a dia de trabalho mais produtivo

Dicas para um trabalho mais produtivo

A rotina, seja nas grandes ou pequenas empresas, propicia uma lógica de funcionamento que é fundamental para que as pessoas possam ter um bom planejamento de suas atividades. Entretanto, tudo o que é muito burocrático induz à zona de conforto e acaba gerando desmotivação. Uma pesquisa realizada pela consultoria BTA que ouviu 531 executivos no país, mostra que quase 80% dos empresários brasileiros dizem que seus funcionários não usam todo seu potencial no ambiente de trabalho. Segundo eles, esse comportamento acaba refletindo nos resultados da empresa.

O grande problema não está apenas na falta de motivação dos funcionários, pois os próprios executivos admitem que investem apenas 16% do tempo em gestão de pessoas e acabam tendo dificuldade de conhecer bem cada profissional, explorando pouco os diferentes talentos que cada um tem.

Para sair um pouco da rotina e ter um dia a dia de trabalho mais produtivo, sugiro ao líder as seguintes medidas:

1-  Seja acessível –Esteja disponível sempre que possível para se relacionar com seus colaboradores. Tão importante quanto ouvir as pessoas, é dar retorno a respeito de suas sugestões e críticas. Isso demonstra deferência e respeito. 

2-  Seja flexível– Estimule sua equipe a criar alternativas aos procedimentos corriqueiros. Você pode, por exemplo, liberar as pessoas para fazer alguns trabalhos em casa um ou dois dias por mês ou ter um banco de horas. 

3-  Tenha momentos informais – Comemorar o aniversário das pessoas, fazer um happy hour, promover pequenos campeonatos esportivos, por exemplo, gera um espírito de camaradagem e reforça o trabalho de equipe. A maioria das pessoas trabalha mais disposta e motivada quando conhece o lado “humano” de seus colegas, chefes e subordinados. 

4-  Dê feedbacks assertivos – Ser franco é muito melhor do que ser complacente, pois dá às pessoas a percepção de que o clima é agradável, mas a indolência e os maus resultados não serão tolerados. Procure dar feedbacks com objetividade e clareza dizendo em que a pessoa pode melhorar e os caminhos que você sugere para que isso ocorra. 

5-  Premie o bom desempenho – Trabalhos ou desempenhos consistentemente acima da média devem ser reconhecidos e premiados. Valorize explicitamente os indivíduos mais dedicados e comprometidos com os resultados da empresa. No começo, isso pode gerar um pouco de competição, mas, com o passar do tempo, se os critérios forem justos, essa cultura tende a se espalhar pela empresa e contaminar positivamente o ambiente de trabalho.



Eduardo Ferraz

É consultor em Gestão de Pessoas há 21 anos e especialista em treinamentos usando como base a Neurociência comportamental. Acumula mais de 30 mil horas de experiência prática em empresas de vários segmentos. É pós-graduado em Direção de Empresas pelo ISAD PUC-PR e especializado em Coordenação e Dinâmica de Grupos pela SBDG. Autor do livro “Vencer é ser você”, da Editora Gente. Para mais informações, acesse: www.eduardoferraz.com.br www.facebook.com/eduardoferrazconsultor