Esqueceu sua senha?

Portal Competência

24 de abril de 2014
Eduardo Ferraz


Dicas para ter uma equipe mais participativa

Receber críticas também pode ser bom

Dicas para ter uma equipe mais participativa

Muitos gestores gostariam de ter um ambiente de trabalho mais saudável, e uma equipe participativa e engajada. Porém, têm medo que com isso abram espaço para as críticas e as reclamações.  Acontece que receber críticas também é bom!

Pessoas comprometidas e dedicadas dão muitas sugestões, participam intensamente do dia a dia da empresa e, claro, não se conformam com o erro, criticando o que funciona mal, e dando contribuições para melhorias contínuas nos processos de trabalho.

A maioria das empresas têm estruturas enxutas,  dependem ainda mais desta participação efetiva de toda sua equipe. Portanto, uma tarefa essencial do líder é estimular a livre circulação de ideias por toda a companhia, já que as melhores contribuições surgem em ambientes vibrantes, que por sua vez melhoram o ambiente e a produtividade.

Seguem algumas dicas para estimular a participação de seus funcionários:

Esteja disponível para ouvir – Líderes que sempre estão dispostos a ouvir sugestões estão sempre aprendendo algo novo, sem ter a obrigação de aceitar tudo que ouvem.

Valorize opiniões divergentes – Analise e debata as diferentes opiniões sobre um mesmo assunto. As pessoas se sentem valorizadas quando suas ideias e opiniões são debatidas, o que estimula uma participação mais intensa de todos.

Estimule sugestões de melhorias – Tenha um email exclusivo para receber sugestões, além de uma reunião mensal para debater e implementar as melhores.

Premie as melhores sugestões. Faça concursos da melhor sugestão do trimestre, por exemplo, e premie através de pequenas quantias em dinheiro, um dia extra de folga ou treinamentos especiais aos ganhadores.

Aceite críticas. Críticas são muito bem vindas, quando melhoram os processos. Aceitar críticas construtivas faz parte do processo de aumento da confiança interna.

Dê o exemplo. Se você for um entusiasta da participação em debates, as pessoas aos poucos irão seguir o mesmo caminho.

Para ter sucesso duradouro a empresa precisa estimular a livre comunicação, já que um dos fatores que mais motivam as pessoas é dar-lhes a chance de utilizarem seu potencial máximo de contribuição.



Eduardo Ferraz

É consultor em Gestão de Pessoas há 21 anos e especialista em treinamentos usando como base a Neurociência comportamental. Acumula mais de 30 mil horas de experiência prática em empresas de vários segmentos. É pós-graduado em Direção de Empresas pelo ISAD PUC-PR e especializado em Coordenação e Dinâmica de Grupos pela SBDG. Autor do livro “Vencer é ser você”, da Editora Gente. Para mais informações, acesse: www.eduardoferraz.com.br www.facebook.com/eduardoferrazconsultor