Esqueceu sua senha?

Portal Competência

5 de dezembro de 2013
Administração


De olho nas instituições de ensino

Empresas se aproximam de alunos visando futuros profissionais

De olho nas instituicoes de ensino

Há uma previsão de que, em 2015, falte profissionais na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para as empresas instaladas no Brasil. A demanda excederá a oferta em 32%, de acordo com dados da consultoria em inteligência de mercado IDC Latin America.

Para burlar essa crise, a Senior Tenoclogia encontrou nas instituições de ensino sua esperança. Desde 2010, a companhia desenvolve uma ação, em parceria com a ONG Junior Achievement, junto a mais de 800 estudantes do Ensino Fundamental e Médio do Vale do Itajaí, região onde atua.

Por meio de visitas guiadas, esses estudantes acompanham os executivos da Senior em um dia de trabalho e, posteriormente, são orientados a montar um negócio fictício no Projeto Mini-Empresa. Eles mesmos criam o produto, elegem os diretores, definem salários e pagam os impostos.

De acordo com a Assessoria de Imprensa da Senior Tecnologia, a iniciativa tem acertado tanto que, hoje, alguns profissionais da empresa já são fruto do investimento em programas junto a instituições de ensino.

Andréa Cristina Gauté é coordenadora de Desenvolvimento de Profissionais Estratégicos de RH da Associação Brasileira de Recursos Humanos – Regional Paraná. Segundo ela, nos últimos anos, as empresas têm estreitado seus laços com escolas e universidades com o intuito de formar mão de obra que atenda suas demandas e expectativas.

A coordenadora da ABRH aponta os setores que mais têm buscado parcerias nas instituições de ensino. “As empresas de inovação e tecnologia, as organizações que atuam na área naval e na robótica, a construção civil e, ainda, empresas voltadas ao segmento varejista”, lista Andréa.

Entre as ações junto a escolas e universidades que mais têm rendido resultados positivos para as empresas, estão: “palestras, cursos, programas de desenvolvimento pessoal, divulgação de estágios e outras oportunidades e visitas”, exemplifica Andréa Gauté.



Redação, Portal Competência