Esqueceu sua senha?

Portal Competência

19 de dezembro de 2014
Sandro Gomes


Curitiba é a 6ª capital em número de shopping centers

É a 3ª praça que mais concentra pessoas que fazem compras em lojas de departamento

Curitiba é a 6ª capital em número de shopping centers

No último dia 10, a Gazeta do Povo divulgou que as vendas no comércio varejista de Curitiba recuaram 14% em junho, segundo pesquisa do Instituto Datacenso. Para dar uma pequena ajuda na recuperação, buscamos revelar algumas características do comportamento do consumidor curitibano, que podem dar indicações sobre como estimular as vendas.

Comportamento do consumidor curitibano

Pesquisas revelam que o consumidor curitibano é cauteloso, voltado ao planejamento das compras e às pesquisas de preços. Na pesquisa, 77% das pessoas declaram ser muito cuidadosas com o dinheiro na hora de fazer compras. O mesmo percentual declara decidir o que comprar, ainda antes de ir às compras, o que demonstra o uso do planejamento como forma de se controlar. Isso é reforçado quando 75% declaram gostar de visitar várias lojas antes de efetivar a compra, o que também mostra o cuidado em comparar ofertas e preços. Esse perfil de comportamento afeta todo o varejo, e, para se ter uma ideia do perfil do público, apresentamos a seguir alguns dos principais segmentos do varejo.

Super e Hipermercados

Praticamente toda população adulta da Grande Curitiba (91% das pessoas com 18 anos ou mais) costuma fazer compras em Super ou Hipermercados, e 65% delas as fazem ao menos uma vez por semana. Há uma leve predominância de mulheres (54%), cuja faixa etária é na maioria formada por pessoas até 39 anos (52%). A alta frequência na visita a super e hipermercados indica um comportamento que busca conveniência no atendimento a necessidades do dia a dia.

Shopping Centers

Curitiba ocupa a 6ª posição entre as capitais em número de shoppings, com 14 shopping centers. Cerca de 72% da população adulta costuma fazer compras em Shopping Centers, sendo que 64% têm até 39 anos de idade e 57% são mulheres. Esse público possui uma renda familiar 36% superior à média da população. Nesse segmento, é curioso perceber que 54% das pessoas costumam pedir conselhos antes de fazer compras, o que mostra mais um traço de cautela, conforme mostrando anteriormente. Ainda 58% gostam sempre de experimentar novos produtos e marcas, revelando a busca por novidades.

Lojas de Departamento

A Grande Curitiba ocupa a 3ª posição entre as dez maiores praças brasileiras com maior concentração de pessoas que fazem compras em Lojas de Departamento. São cerca de 55% da população adulta contra uma média 49% nas outras praças. Fica atrás apenas de Rio e Brasília, com 58% e 56% da população adulta, respectivamente. Na Grande Curitiba, mais de 1 milhão de pessoas costuma fazer compras em Lojas de Departamento, sendo a maioria (55%) de mulheres com idade entre 18 e 39 anos, das diferentes classes econômicas.

(Fontes pesquisadas: Ipsos EGM – Estudos Marplan – Consolidado 2013 – Grande Curitiba – 18+anos; Site Administradores.com.br).



Sandro Gomes

Executivo e consultor com 19 anos de experiência em gestão de negócios e marketing, em empresas nacionais e multinacionais líderes em diferentes segmentos de mercado, como PURAC Corbion (indústria holandesa de biotecnologia), TIM Brasil Holding (empresa italiana de telecomunicações), e GRPCOM – Grupo Paranaense de Comunicação (empresa brasileira de comunicação e mídia afiliada à Rede Globo) Ferrero do Brasil (empresa italiana de bens de consumo marcas Kinder, Nutella, Tic-tac e Ferrero). Graduado em Engenharia Química (UFRJ) com Extensão em Marketing e MBA em Gestão Empresarial (ambos pela FGV). Inglês e espanhol fluentes. Atualmente é sócio-diretor da CrossVision Gestão de Negócios & Marketing, professor da disciplina de Sistemas de Inteligência de Mercado na pós-graduação da Universidade Positivo e ESIC Business & Marketing School, e colunista semanal de “Negócios & Marketing” no jornal Gazeta do Povo (Curitiba/PR). Como consultor prestou serviço a empresas como Fundação Dom Cabral (Unid. PR), Gráfica e Editora Posigraf, GAIN (Genebra/Suíça), IESE (Pamplona/Espanha Unid. IICS/São Paulo), Rede Globo (Unid. RPC TV/PR), PATH (Seattle/EUA), Leica Geosystems (Unid. Sul), Colégio Positivo, Buscapé (Unid. Navegg/PR), Gazeta do Povo entre outras.