Esqueceu sua senha?

Portal Competência

13 de agosto de 2013
Saúde e Segurança no Trabalho


Benefício em Medicamentos

Empresas investem em PBM em prol da qualidade de vida e produtividade

Beneficio em Medicamentos

A manutenção da saúde dos colaboradores gera custos expressivos para as empresas. A consultoria de recursos humanos Mercer Marsh, ao abordar 342 companhias brasileiras, identificou um aumento de 155% em gastos desta natureza entre os anos de 2003 e 2011. Para diminuir essas despesas, algumas organizações optam por programas de prevenção. Entre as iniciativas possíveis nessa área, encontram-se os Programas de Benefício em Medicamentos. Saiba mais sobre a aplicação dessas ações e avalie as vantagens dos chamados PBM.

O índice de organizações que subsidiam medicamentos tem crescido nos últimos anos. Segundo a 28ª edição da Pesquisa de Benefícios, organizada pela Towers Watson, 42% das empresas subsidiam integral ou parcialmente seus colaboradores, enquanto 58% disponibilizam o desconto em folha. “Organizações com alto índice de sinistralidade em planos de saúde estão concluindo que é melhor investir no tratamento de seus colaboradores do que gastar em internações e afastamentos”, analisa Daniela Moreti, gerente comercial da Orizon Brasil.

A Orizon integra serviços que maximizam os resultados de empresas do mercado de saúde. De acordo com Moreti, a aplicação do PBM tem o poder de refletir na qualidade de vida e na produtividade dos colaboradores: “o programa permite à organização oferecer um benefício com regras parametrizadas e descontos de até 60% em medicamentos. Com isso, há um aumento no índice de adesão ao tratamento medicamentoso por parte do colaborador, o que reflete diretamente na queda dos índices de absenteísmo e no aumento da satisfação”.

Vantagens do PBM

A Associação Brasileira das Operadoras de PBM listou algumas das vantagens que empresas e colaboradores têm com a aplicação de um Programa de Benefícios em Medicamentos. Confira abaixo:

  •  Acesso facilitado ao tratamento medicamentoso
  • Remédios por preços menores;
  • Rede de farmácias credenciadas, com ampla cobertura nacional:
  • Uso racional dos recursos de subsídio aplicados aos medicamentos pelos empregadores e pelos planos de saúde;
  • Gestão compreensiva de todos os aspectos do PBM direcionados aos beneficiários conforme regras definidas por cada empresa cliente;
  • Disponibilização de recursos de tecnologia que promovem maior segurança aos beneficiários no momento da dispensa de medicamentos;
  • Assistência farmacêutica aos beneficiários garante maior adesão e segurança durante o tratamento medicamentoso;
  • Promoção de mudança de comportamento, maximizando a saúde dos beneficiários e reduzindo os custos globais em saúde;
  • Aproveitamento dos dados de dispensa de medicamentos para direcionar abrangentes campanhas de gestão de saúde.


Redação, Portal Competência