Esqueceu sua senha?

Portal Competência

26 de setembro de 2014
Saúde e Segurança no Trabalho


Atendimento médico dentro da empresa

Cinco orientações para ajudá-lo na instalação de um ambulatório em sua organização

Atendimento médico dentro da empresa

Sabe aquelas faltas frequentes justificadas por problemas de saúde? Pois bem, elas estão entre as principais causas de absenteísmo no trabalho. As enfermidades também contribuem com o que se chama de presenteísmo: quando o profissional está presente na empresa, mas não tem a produtividade esperada. A instalação de ambulatórios médicos empresariais tem sido uma alternativa para vencer estes desafios. Obtenha dicas para aderir a esta tendência. O presidente da Associação Paranaense de Medicina do Trabalho, o médico do trabalho Paulo Roberto Zétola, cita algumas das vantagens deste tipo de serviço. Segundo ele, a proximidade e o rápido atendimento oferecido pelos ambulatórios auxiliam no acompanhamento de colaboradores enfermos, motivam estes profissionais e diminuem eventuais despesas com afastamentos pelo INSS.


Saiba mais em: Empresas brasileiras de olho na saúde


Para orientar profissionais de RH sobre a instalação destes ambulatórios dentro de suas empresas, Paulo Zétola, que também é professor de Medicina do Trabalho da Universidade Federal do Paraná, concede cinco dicas importantes: Defina um foco O primeiro passo para uma empresa que deseja instalar um ambulatório é definir que tipo de atendimento pretende oferecer para suprir as necessidades dos colaboradores. “Serão apenas urgências? Vão ser realizados no local os exames ocupacionais? Serão oferecidas consultas eletivas ou pronto atendimento? É imprescindível que isto seja bem definido”, explica Zétola. Dimensione a estrutura física e humana Após ser definida a abrangência do atendimento, é importante dimensionar qual estrutura física e humana será necessária para colocar em prática os objetivos pretendidos. Recepção, secretaria para agendamentos, quantidade de médicos e enfermeiros, tudo isto deve ser considerado. Dimensione o investimento financeiro Adaptar a abrangência do atendimento pretendido ao planejamento financeiro da empresa também é essencial. Considere o investimento necessário não apenas para a instalação, mas para a manutenção mensal do serviço.  


Saiba mais em: O impacto dos vícios nas organizações


Planeje estratégias de atuação Não basta disponibilizar a estrutura e não usufruir dela ao máximo. Por meio do ambulatório e dos profissionais que nele atuam, é possível fazer campanhas de prevenção de doenças voltadas a diversos públicos da empresa, por exemplo. “Para tanto, porém, é necessário que a organização tenha uma estratégia de atuação social bem definida para o ambulatório”, orienta Paulo Roberto. Busque uma consultoria especializada Além dos cuidados citados acima, existem obrigações legais trabalhistas que envolvem a instalação de um ambulatório médico empresarial. Diante disto, a consultoria de um profissional especializado em Medicina do Trabalho é essencial para acompanhar o processo de escolha do serviço e da empresa prestadora.



Redação, Portal Competência