Esqueceu sua senha?

Portal Competência

13 de agosto de 2013
Administração


Assuma a cultura da inovação

Especialistas sugerem práticas estruturadas para isso

Assuma a cultura da inovacao

O Brasil foi o 38º colocado no ranking mundial de inovação e competitividade da ITIF (Information Technology and Innovation Foundation) em 2011. A colocação demonstra que o País ainda tem muito o que trilhar rumo à inovação, mas que existe potencial para chegar lá. Para tanto, porém, as grandes, médias e pequenas empresas brasileiras precisam assumir uma cultura da inovação e não apenas investir esforços em tentativas isoladas em busca de competitividade. Abaixo, especialistas sugerem práticas estruturadas para isso.

O sócio-fundador da Pier Consult (empresa especializada na gestão da inovação), ex-diretor da ABNT e autor do livro “Usina de Inovações”, Valter Pieracciani, sugere a aplicação de três importantes práticas corporativas para que uma empresa comece a desenvolver uma verdadeira cultura da inovação. Em seu livro, cita o desenvolvimento de processos como a primeira dessas práticas. “É preciso criar estruturas que possibilitem a transformação de ideias em negócios. Criar sistemas para identificar, avaliar e recompensar ideias boas que surgem dentro da empresa”, explica Valter.

Cuidar do ambiente corporativo é a segunda prática citada por Pieracciani. “Não estou me referindo apenas ao cuidado com a cena organizacional ou o espaço físico. Estou falando que uma empresa precisa se relacionar com quem está à sua volta, ou seja, fazer parceria com universidades, ficar atenta às pesquisas de mercado, buscar colaboradores para os seus projetos”, enfatiza o sócio da Pier Consult.

Em concordância com Pieracciani sobre as questões ambientais está Deise Bautzer. Ela é Mestre em Gestão Empresarial e autora do livro “Inovação: repensando organizações”. Segundo Bautzer, possibilitar um ambiente de trabalho agradável é fundamental para desenvolver na empresa uma cultura da inovação. “Inovar é quebrar paradigmas, é criar. Para isso acontecer, um ambiente empresarial propício precisa ser gerado, com um modelo de gestão democrático e com liberdade de escolha para os funcionários”, analisa.

A última, mas não menos importante, prática rumo à inovação citada por Pieracciani diz respeito à gestão de pessoas. Segundo ele, todos os colaboradores de uma empresa podem ser inovadores, basta que a organização os incentive a isso. Bautzer também defende essa ideia ao declarar que a retenção de capital intelectual é um dos elementos fundamentais da inovação corporativa. Abaixo, confira um exemplo de projeto empresarial que reflete uma cultura organizacional alicerçada na busca por inovação.

Case de Sucesso

A Ibema é a terceira maior fabricante brasileira de papelcartão. Ela está presente em diversos segmentos do mercado nacional e internacional. Um dos motivos do sucesso da organização está diretamente relacionado com o desenvolvimento de uma cultura da inovação. Um exemplo disso é o Programa Inspiração Ibema, criado pelo Comitê de Inovação da empresa. Por meio desse projeto, os mais de 600 colaboradores da instituição são estimulados a terem ideias inovadoras que contribuam com o crescimento da Ibema.

O Programa incentiva todos os setores da organização a sugerirem soluções para a economia de processos e as questões ambientais e sociais que se relacionam com a empresa.

Colaboradores de diversas áreas já tiveram ideias ousadas que foram valorizadas e trouxerem benefícios práticos para a Ibema. Mais de 100 dessas sugestões foram concretizadas e diversos colaboradores foram premiados por suas participações no projeto.

 



Redação, Portal Competência