Mudanças do MEC devem aumentar a oferta de EaD

CompartilheShare on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrPin on PinterestEmail this to someonePrint this page
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

 

O CEO da DTCOM acredita que as alterações vão beneficiar as IES e aumentar a oferta de EaD. Confira.

 

O Decreto publicado na semana passada vai facilitar a abertura de cursos de educação a distância pelas Instituições de Ensino Superior (IES) e reduzir o tempo do processo de credenciamento junto ao MEC.

Uma das principais mudanças na legislação é que as IES poderão oferecer exclusivamente cursos de graduação e de pós graduação lato sensu na modalidade a distância. Antes, era necessário que houvesse ao menos um curso presencial equivalente.

Em alguns casos, as IES poderão agilizar a criação de polos e as vistorias do MEC serão apenas na sede da instituição  –  e poderão ser feitas em meses, o que, antes, levaria anos.

O CEO da DTCOM, Norton Moreira, avalia que a EaD irá crescer muito com a mudança. “Tal alteração permite que as instituições trabalhem melhor a flexibilidade de cursos, atendendo a um número maior de estudantes. Certamente, vai expandir muito a atuação das IES”, lembra o CEO.

Toda essa mudança é para alcançar a Meta 12 do Plano Nacional de Educação (PNE), que diz que a taxa bruta de matrícula na educação superior deve ser de 50%, e a líquida de 33% na população de 18 e 24 anos. O atual índice do Brasil é abaixo dos 20%. Na Argentina e Chile, é de 30% e, nos EUA, passa dos 60%, por exemplo.

“As instituições menores poderão se aproximar das pessoas que ainda não têm curso superior, aumentando sua captação e retenção”, destaca a Diretora de Educação da DTCOM, Rita Guarezi.

As mudanças foram publicadas no Diário Oficial da União, na última sexta, 26.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Cadastre-se na nossa Newsletter

Aceito receber e-mails da DTCOM. Não se preocupe, não enviaremos spam.

Deixe uma resposta